Chiado

Chiado

O Chiado é o centro de Lisboa, é onde o principal movimento turístico da cidade está concentrado e onde tudo acontece.

A arquitetura é do sec. XVIII e precisou ser reconstruída após o terremoto de 1755. E se você ama praças, estátuas e miradouros por aqui tem várias pra você se perder.

Temos por ali muitos pontos históricos, hotéis, restaurantes, comércios e transportes como o metro, autocarros e o elétrico. Até o Consulado Brasileiro fica nesse bairro.

 

Por ser a área central da para ir pra todos os lados de Lisboa. O metro que está no Chiado é a estação Baixa Chiado que abrange as linhas verde e azul.

E andando, aproximadamente uns 5 a 10 minutos, chegamos ao Rossio, onde também tem a linha verde do metro e a estação de Comboios, de onde sai o Comboio para Sintra.

Eu recomendo que você comece seu passeio no Largo do Chiado. Ao sair do metro se oriente pelas placas com o nome da rua e logo ao lado da saída você já se localiza.

Para a direita do metro, antes de começar a andar na rua, fica o Café “A Brasileira”, onde você pode fazer uma pausa para tomar um café e tirar fotos com a estátua de Fernando Pessoa, que fica na frente do restaurante.

O poeta era um frequentador assíduo do café e sua estátua o representa sentado à mesa na esplanada.

Subindo a rua temos para a esquerda, o cruzamento do Largo do Chiado com a Rua António Maria Cardoso, onde fica o Consulado Brasileiro.

Na esquina dessa rua temos a famosa loja da Hermes, uma das grifes exclusivas da Alta Costura mundial.

Continuando seu caminho, encontramos a praça Luís de Camões, uma das minhas preferidas, até mesmo pela história que ela representa.

No centro da praça está localizada a estátua de Luís de Camões, poeta autor da obra “Os Lusíadas”.

A estátua dele está no topo do monumento e aos pés do monumento é rodeado por 8 estátuas que representam outras personalidades da literatura: Fernão Lopes, Pedro Nunes, João de Barros, Jerônimo Corte e Francisco Sá de Menezes, entre outros.

A calçada ao redor do monumento é feita de mosaicos que formam sereias e naus, uma embarcação que cabiam até 200 pessoas, usadas em viagens de grande percurso até o sec. XV.

  

A praça foi inaugurada em 1867 e é o monumento mais antigo de Lisboa. A partir da praça já começa o Bairro Alto, que é onde se concentram as principais baladas da cidade.

O lugar é tão movimentado que merece um post só pra ele. Aguardem!

Voltando o Largo do Camões, podemos descer a Rua Garret, nessa rua estão situadas lojas tradicionais e lojas de grifes famosas: desde a livraria ou o comércio mais antigo de roupas a joalherias de luxo.

No fim da rua temos o Centro Comercial Armazéns do Chiado. Um prédio histórico de 1279, que precisou ser reconstruído em 1998, após o Incêndio do Chiado.

A Rua Garret faz cruzamento com a Rua do Carmo, onde está localizado o Elevador de Santa Justa e o Convento do Carmo, que fazem parte dos pontos túristicos que não se deve perder numa visita a Lisboa.

Descendo a rua se encontram lojas como a H&M, Zara, Lojas com lembranças de Lisboa pra levar para amigos, Burguer King, Inglot, e muitas outras.

Chegando ao fim da rua, temos o Rossio e toda a Baixa Pombalina, que também os apresento em outros post, afinal são muitas coisas para mostrar.

Esses são só alguns dos pontos principais do Chiado, aos poucos vou mostrando mais pra vocês conhecerem. Espero que tenham gostado!

Até a próxima! 😉

Siga-nos:
RSS
Envie-nos um email
Facebook
Instagram

4 thoughts on “Chiado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *